Afinal faz sentido os hospitais darem gelatina aos pacientes internados?

A resposta é sim, e o motivo é o seguinte: A gelatina é facilmente digerida e é uma fonte proteína, mesmo que em baixa quantidade.

Agora, falando um pouco mais sobre o assunto…

A gelatina é rica em aminoácidos, que são os blocos de construção das proteínas, e também contém colágeno, que ajuda a reparar o tecido danificado.

Além disso, a gelatina não contém gordura ou colesterol e é geralmente bem tolerada pelo sistema digestivo.

Por fim, como já dito, para pacientes que não podem consumir alimentos sólidos, a gelatina é uma opção fácil de comer e que fornece nutrientes essenciais, se tornando assim um ótimo alimento para ser servido a pacientes.

Gelatina é uma delícia, e eu espero que a sua próxima gelatina seja ingerida em casa!